Explore o turismo, não o turista.

Turismo: O ato de conhecer uma localidade que não a sua cotidiana, uma palavra simples, utilizada por uns como status e vista com um certo desagrado por outros. (talvez eu esteja no segundo grupo!)
Chame como for, como já diria o poeta, “viajar é preciso”. 

Porém viajar por si só não nos diz muita coisa, o bacana é conhecer, descobrir a história, experimentar a culinária local, enfim, se tornar parte dali, mesmo que por pouco tempo.

Além do fato simples de que não basta apenas tirar uma foto no ponto turístico mais conhecido, é fundamental consciência.
Consciência social, em incentivar a cultura e gastronomia local, bom senso em não desvalorizar a mão de obra nativa, as coisas da terra, os trabalhos manuais e aqueles que vivem pelo viajante.
Mas existe o outro lado: Existe uma grande necessidade do comerciante, do prestador de serviço, do empresariado, aceitar o viajante (ou turista) de braços, e não simplesmente com os bolsos, abertos.
Ambas as partes precisam entender o conceito de explorar o turismo e não agirem de forma a explorar o turista, ou ao caso dos viajante em não explorar os locais.
Com este conceito em mente inicia-se um ciclo de coisas boas!

 

Curta e Compartilhe!
0