Museo Casapueblo em Punta Ballena/UY

O Museu Casapueblo – que no passado também serviu de atelier – é um dos lugares mais icônicos do Uruguay, com sua arquitetura exótica, encravada em um costão a beira mar e talvez com a vista do por do sol mais lindo do paisito.

Localizado no balneário de Punta Ballena, a cerca de 15 minutos da agitada Punta del Este, a Casapueblo era o reduto do artista plástico Carlos Páez Vilaró, falecido em Fevereiro de 2014. O artista, que era amigo pessoal de celebridades do mundo das artes como Brigitte Bardot, Pablo Picasso, Jorge Amado e Vinicius de Moraes, construiu a imensa obra como sendo uma escultura habitável, tendo levado anos em sua expansão, que foi realizada sem o minimo projeto, baseando-se exclusivamente sua inspiração e entusiasmo.

Lembrando as construções pintadas de branco da ilha grega de Santorini, a Casapueblo abriga além da galeria de arte que percorre a vida e obra do seu idealizador, também um hotel boutique e uma cafeteria.

Nessa gigante casa-escultura de Vilaró, funcionam o Museu Casapueblo, uma galeria de arte, um restaurante e um hotel, o Club Hotel Casapueblo. O lugar é muito procurado especialmente pela Cerimônia do Sol, uma verdadeira celebração ao astro rei, que acontece nas varandas do museu, na hora do por do sol, todos os dias, desde 1994.

Já estive no Museu Casapueblo tanto na baixa, quanto na alta temporada e a cena é sempre a mesma: Varandas disputadas e cenas lindas emolduradas pelas paredes brancas! O lugar fica aberto durante todos os dias do ano, não importa a condição do clima, das 10h até o por do sol,  por isso o horário de fechamento muda ao longo do ano conforme a estação, já que no verão fica até mais tarde e é quando a paisagem costuma ser mais bonita.
A visita completa ao museu dura no máximo duas horas e fica aquela recomendação de mão: Leva um casaquinho!

Para quem vai de carro próprio, quase sempre é missão impossível estacionar defronte ao museu, por isso é necessário seguir um pouco mais pela estrada e parar em alguma das áreas destinadas pra isso.
Os estacionamentos são públicos, assim sem custo e super seguros.

As Salas do Museo Casapueblo

O museu é repleto de salas de exposição, não necessariamente divididas por tema, mas simplesmente pelo espaço em si e em uma tentativa de cronologia da vida do artista.
A primeira sala que recomenda-se visitar é a de projeção, onde é continuamente exibido um documentário sobre a vida de Carloz Páez Vilaró, sua inspirações e sua obra.

Nas demais salas encontram-se espalhadas inúmeros obras, como pinturas, esculturas, painéis, recortes, uma parte considerável do acervo de Vilaró.

Caminhando pelos labirintos você passa por peças impregnadas com a essência do artista, acessa as varandas menores, o restaurante sanguinário (!) até chegar na loja de souvenirs – onde são vendidas réplicas e originais – e enfim o lugar das fotos clássicas, o terraço do Museu Casapueblo.

Você se perde olhando a imensidão do Rio da Prata, que faz do momento uma lembrança inesquecível!

A Cerimônia do Sol no Museu Casapueblo

Acontece diariamente ao final da tarde no terraço principal a linda Cerimônia do Sol, onde de pé ou sentadas as pessoas param seus mundos particulares para prestigiarem juntas um espetáculo. Com os olhos vidrados no horizonte, em silêncio, ouvindo a poesia entoada pelas palavras de Vilaró enquanto o sol se põe.

Uma forma profunda de se integrar a arte, como uma prece de agradecimento pelo dia que se finda.

Mirador de Punta Ballena

Um ponto turístico imperdível para quem vai até a Casapueblo é visitar o Mirador de Punta Ballena.
A ‘Ponta da Baleia’ é uma formação linda, que adentra o mar e permite angulos únicos tanto de Punta del este quanto da própria Casapueblo. Para chegar até o mirador, é só seguir em frente até o fim da rodovia.
Durante a alta temporada é comum encontrar artesãos vendendo sua arte por ali, além de viajantes ao estilo vanlife, os nômades que vivem dentro de carros.

Chau Sol…! Te quiero mucho…
Cuando era niño quería alcanzarte con mi barrilete. Ahora que soy viejo, sólo me resigno a saludarte mientras la tarde bosteza por tu boca de mimbre.
Chau Sol…! Gracias por provocarnos una lágrima, al pensar que iluminaste también la vida de nuestros abuelos, de nuestros padres y la de todos los seres queridos que ya no están junto a nosotros, pero que te siguen disfrutando desde otra altura.
Adiós Sol…! Mañana te espero otra vez. Casapueblo es tu casa, por eso todos la llaman la casa del sol. El sol de mi vida de artista. El sol de mi soledad. Es que me siento millonario en soles, que guardo en la alcancía del horizonte.

 

 

Endereço: Ruta Panorámica (saída da Ruta Interbalneária à caminho de Punta Ballena).
Preço: 240 pesos uruguaios
Horários: 10h às 18h (no verão um pouco mais)
Site: www.carlospaezvilaro.com.uy/nuevo/museo-taller/

Curta e Compartilhe!
0