Por que viajar se tornou o sonho de todos?

Quando falamos sobre viajar, falamos sobre algo que vai além da definição simples do dicionário, é mais que visitar um lugar ou passar de um lugar para outro; nem se pode dizer que é um hobby e muito menos um capricho ou um luxo; viajar se tornou sinônimo de vida, liberdade, mudança, mais do que uma atividade é um estilo de vida.

Mas por que esse novo fluxo de pessoas ânsia viver viajando pelo mundo?
É claro que não é uma questão de idade ou geração, porque assim como há jovens aventureiros, também há aposentados que gastam todo seu dinheiro desfrutando a idade de ouro enquanto viajam de país para país, além de adultos que renunciam uma vida convencional e “bem-sucedida” para permanecer na estrada.
Muito menos pode-se dizer que é uma questão de homens ou mulheres, nem de uma região específica do mundo, o “bichinho da viagem” está nos mordendo sem distinção e se tornou uma tendência mundial.

Talvez esse fenômeno seja devido à famosa globalização e ao desenvolvimento de novas tecnologias, sem dúvida é graças à internet que você pode saber tudo o que está escondido do outro lado do mundo e nos faz querer estar lá, podemos ver as mais belas fotografias de lugares que nem sequer podíamos imaginar, vemos nossos amigos e conhecidos ir de um lugar para outro e isso nos motiva e nos faz pensar que também poderíamos fazê-lo. Além do que, está se tornando mais fácil e mais barato deixar o país de origem e explorar novas culturas, há cada vez mais rotas e companhias aéreas de baixo custo.

Também pode ser que nós, como seres humanos, estamos à beira de uma mudança de paradigma no nosso modo de pensar, a nova onda da era, a crescente popularidade das práticas alternativas, as novas descobertas quânticas, que nos fizeram repensar o objetivo da vida e nós começamos a valorizar mais as experiências do que o material, nesse sentido, é mais rentável gastar nosso tempo viajando ou fazendo o que mais gostamos (mesmo que não tenhamos onde cair morto) do que gastar nossas vidas em um trabalho que não queremos apenas para ter uma aparente estabilidade econômica.

Infelizmente, também pode-se dizer que a mesma crueldade, sofrimento, desigualdade e injustiça que atingem todas as regiões do mundo, nos tornou mais fortes, com grande capacidade de superar dificuldades, para começar de novo e de novo desde o início, da estaca zero. Para aprender a valorizar a beleza da simplicidade, nos tornou inconformistas, sensíveis e resilientes, características que de uma forma ou de outra nos levam inevitavelmente ao caminho da jornada quando despertamos a capacidade de nos maravilhar, quando surge a curiosidade para explorar e aprender.

Em qualquer caso, por qualquer motivo, a viagem se tornou o sonho de todos, o que não significa que todos vamos deixar nossos empregos e nossa vida estável para nos tornar mochileiros, já que há diversas maneiras de viajar pelo mundo.

Todo mundo faz o seu caminho, eu, por exemplo, não poderia ter uma vida em que todos os meses eu me mudasse para uma cidade diferente, sou um nômade, mas meu estilo é se estabelecer e viver longos períodos no mesmo lugar. Haverá aqueles para quem viajar de férias é suficiente, aqueles que sentem que uma caminhada para a floresta com seu animal de estimação ou uma visita ao parque com aqueles amigos é a melhor viagem que podem ter, e mesmo aqueles que preferem viajar do conforto de seus quartos enquanto leem um livro ou navegam na internet, afinal porque viajar?

E eu volto para a ideia com a qual eu comecei este artigo, viajar é um modo de vida, ou melhor, uma nova maneira de ver a vida, viajar é mover-se, seja no corpo, na mente ou na alma, viajar é mudar de posição, mudar idéias, acreditar, viajar é explorar e aprender, experimentar a liberdade. Viajar é viver, mas de algum modo, viajar é viver ao máximo, desfrutando o extraordinário de cada momento e lugar, até porque, como diz o dito popular, a vida é uma jornada onde o destino não importa.

Seja como for, o mais importante é que viajar não permaneça sendo um sonho isolado, deve ser convertido em realidade.

Obs.: Está foi uma tradução livre do artigo produzido pelo blog Viajando no Unicórnio, que você pode acompanhar em sua página oficial no Facebook.

Curta e Compartilhe!
0