VivaColombia pretende levar passageiros em pé

O tema de viajar em pé já não é novidade, mas agora a companhia aérea colombiana VivaColombia tenta trazer essa realidade de passagens “econômicas” para mais perto de nós.

A proposta, por mais bizarra que pareça, aparenta ter a intenção de diminuir o custo das passagens para quem aceite viajar trajetos curtos em pé,  onde mesmo sem aprovação ainda, já tem causado polêmica na Colômbia.

Seu CEO – e fundador – Willian Shaw, veio a público para dar a notícia sobre as tratativas de viabilidade da nova modalidade de transporte e aproveitou para usar um discurso agressivo, mencionando que “se os passageiros podem aguentar por uma horinha viajando em pé de ônibus por que não podem ficar uma hora de pé em um voo para Cartagena” por exemplo.

Por mesmo que o diretor da empresa afirme tratar-se de uma opção para impulsionar o turismo local, sob a alegação de menor custo operacional, a proposta da empresa ainda não foi formalmente apresentada às autoridades do setor aeronáutico..

Através do diretor da Aeronáutica Civil da Colômbia, Alfredo Bocanegra, em entrevista a uma rádio local – “Não é possível admitir que algumas crianças possam ficar no colo de seus pais e outras por serem pobres tenham que viajar de pé se submetendo a esse constrangimento”, disse.

Onde mesmo que a teoria de que é possível aguentar 1 hora de pé – o que é plenamente viável – tratando-se de um voo leva a reflexão de que existem outras questões ligadas a segurança dos passageiros que com toda certeza não validam a economia.

Um outro porém não mencionado pela VivaColombia é quanto essa nova posição de viagem refletiria na economia dos tickets aéreos, onde aqui mesmo no Brasil passamos por mudanças recentes no que diz respeito as cotas de bagagens, mudanças ditas com o intuito da oferta de passagens mais econômicas e até agora seguimos esperando as tais passagens com valor reduzido.

E você, encarraria uma turbulência em pé para poder pagar uns trocados a menos?!

Curta e Compartilhe!
0